Início Colunas ARTIGO COMER BEM: PANCs, você já comeu essas plantas?

ARTIGO COMER BEM: PANCs, você já comeu essas plantas?

82
0

Por Luciana Machado, nutricionista clínica

Elas são resistentes e nutritivas, crescem nas calçadas, se adaptam facilmente mas, mesmo assim, com a industrialização, foram deixadas de lado. Elas são as Plantas Alimentícias Não Convencionais, plantas que possuem uma ou mais partes comestíveis, sendo elas espontâneas ou cultivadas, nativas ou exóticas que não estão incluídas em nosso cardápio cotidiano. Aqui no Rio Grande do Sul, se destacam as hortaliças (folhas, raízes, tubérculos, caules, flores), as frutas, as sementes, as castanhas ou nozes. Existe no Brasil pelo menos 3 mil espécies de plantas alimentícias.

Por muito tempo foram parte da culinária dos nossos avós e bisavós e atualmente, tem-se resgatado esse grupo devido, não somente ao alto potencial nutritivo e culinário, mas também à sua importância ecológica, pois trazem benefícios ao solo e protegem outras espécies quando plantadas em hortas orgânicas de alta diversidade. Elas restauram a funcionalidade do ecossistema.

Vários Chefs estão utilizando cada vez mais variedade, saindo das flores da CAPUCHINHA, na decoração de seus pratos, que folhas e flores apresentam sabor picante, muito parecido ao do agrião.  

Me criei vendo minha mãe preparar saladas com algumas delas e nem sabia! Há pouco tempo conheci a AZEDINHA (Rumex acetosa L.), que lembra o sabor do limão. Caem bem para uma salada com mix de folhas verdes, conferindo um sabor refrescante, suas folhas são parecidas com a rúcula, de cor verde escuro, é rica em cálcio, ferro, vitamina C, fósforo e fibras benéficas para nossa microbiota, além de muito saborosa. Pode ser adicionada também ao arroz, deixando-o colorido e ainda mais nutritivo.

Bertalha: Basella alba L. Syn é popularmente conhecida como: Espinafre tropical, espinafre indiano, bertalha. Rica em Potássio, Ferro, Vitamina A, Vitamina B1, Vitamina B2, Vitamina C. É uma trepadeira, com folhas moles em forma de coração. São muito resistentes e dispensam muitos cuidados. As raízes são tubérculos (“batatinhas”).

Ora-pro-nobis: Pereskia aculeata Mill. Conhecida popularmente como: rogai por nós, lobrobô ou carne de pobre, por ser muito rica em ferro e proteína. É uma planta trepadeira que apresenta muitos espinhos pelo seu caule e grandes flores brancas.

Peixinho: Stachys lanata L. Também conhecida como lambarizinho ou peixe frito, pois se parece com um lambari frito, depois de cozida. É uma erva de vida longa que possui folhas viscosas e de coloração prateadas. Apresenta grande quantidade de Ferro e Magnésio. Pode ser consumida empanada, como um peixinho frito.

Estas são apenas algumas, existem muito mais tipos, só não vá pegando qualquer plantinha na rua para comer sem os devidos cuidados de higiene, pois poderá acabar fazendo mais mal do que bem para a sua saúde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui