Início Colunas ARTIGO CONVIDADO: Sinais de recuperação do mercado imobiliário

ARTIGO CONVIDADO: Sinais de recuperação do mercado imobiliário

482
0

Por Marcelo Bazilio, advogado da área Cível do escritório Scalzilli Althaus

Depois da crise mais grave da história do Brasil, finalmente estão aparecendo indicativos de superação. É o que mostram os positivos resultados econômicos esperados para 2019. Há alguns dias, o IBGE publicou o desempenho do Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro semestre deste ano. O estudo revela que houve um crescimento de 0,6% em relação ao período anterior. Nesse contexto, após longa queda, o mercado imobiliário está recuperando sua trajetória de expansão, sendo impulsionado pela construção civil.

 De forma consecutiva, quando olhamos os dados sobre o setor, percebemos um avanço. Isso demonstra que os investidores estão novamente confiantes na economia brasileira para opções de investimentos de médio e longo prazo. Com mais vendas do que lançamentos, o estoque de imóveis vem se reduzindo mais rapidamente do que o projetado.

Logo após a divulgação do PIB do segundo semestre, a Caixa Econômica Federal – responsável por grande parte do crédito imobiliário no país – anunciou um novo patamar de juros. A redução, ao mês, foi de 0,75% para taxa mínima e de 1% para a máxima em crédito corrigido pela Taxa Referencial (TR). Vigente desde novembro, a medida é voltada ao financiamento de imóveis por recursos provenientes do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE).

Esses fatores contribuem para a retomada da expansão do mercado imobiliário, que encolheu por longo tempo. De acordo com projeção do Banco Central, o crescimento médio do país deve ser de 2,21% no próximo ano – o dobro do estimado para 2019. Os resultados publicados recentemente são resultado imediato de um novo rumo tomado na economia brasileira. Refletem, entre outros fatores, a alta da bolsa de valores, inflação controlada e abaixo da meta e corte recorde de juros.

Assim, aliados a tais fatores, os profissionais do ramo devem ficar atentos e buscar novas oportunidades. O setor imobiliário é, há bastante tempo, considerado um termômetro da nossa atividade produtiva. E, agora, mostra que o paciente Brasil está cada vez mais recuperado. Graças ao otimismo dos investidores com a atual gestão econômica, o país voltará a crescer.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui