Início Colunas ARTIGO COMER BEM: A regra dos dois quilos

ARTIGO COMER BEM: A regra dos dois quilos

121
0

Por Luciana Oliveira, nutricionista clínica

Tenho observado que muitas pessoas já começam o novo ano com mais dois quilos de peso na conta. Isso pode ser consequência dos excessos de final de ano ou não.

Muitos produtos ditos como alimentícios são verdadeiros inimigos de qualquer dieta. E quando se fala em emagrecimento, “o bicho pega”. Eles não são vistos, mas é necessária muita atenção para evitá-los e, aos poucos, ir reduzindo o consumo e até, eliminando-os.

Quais são eles?

Não nos damos conta do excesso de sal que está embutido em certos alimentos, nos queijos, nas conservas, enlatados, nos embutidos e alimentos industrializados em geral. Exageramos nas gorduras, quando consumimos doces recheados, tortas, batata frita, biscoitos recheados, bolachas, sorvetes, folhosos que a cada camada das mil folhas, há muitas pinceladas de margarina, uma das piores vilãs da história. Um tipo de gordura vegetal hidrogenada (gordura trans) da pior espécie. E comida de verdade mesmo, passa longe.  

A regra…

Sempre oriento meus pacientes a não deixarem exceder 1,5 a 2kg de peso. Passou os festejos de final de ano ou voltou das férias do tipo all inclusive? É hora de retomar seus cuidados para evitar, aos poucos, recuperar o peso eliminado. Aproveite para repensar o “all inclusive” para as próximas férias! Valeu mesmo à pena extrapolar tanto com comida e bebida? A qualidade da comida muitas vezes nem é lá essas coisas, e voltamos completamente alterados, intestino preso ou frouxo, depressivos pelo excesso de alimentos que não nos nutrem realmente e ansiosos para que a roupa volte a folgar. Além desses momentos, o inverno é outro que pode ocorrer oscilação de peso. O frio nos dá preguiça, buscamos alimentos mais calóricos, portanto, fique alerta!   

O que fazer para voltar ao peso anterior?

Uma simples fatia de torta muitas vezes pode dificultar a retomada do plano alimentar. Quando vencidos pela ansiedade ou TPM, não conseguimos ter o controle da situação, então é melhor dar um tempo no consumo desse tipo de alimento. Até que consigamos ter uma relação mais tranquila com ele e evoluir o paladar para fazer melhores escolhas, como por exemplo, ao invés de uma torta de branquinho e negrinho, optar por uma torta flocada de banana com aveia e castanhas, até pode conter chocolate de boa qualidade, mas irá saciar muito mais e terá uma carga glicêmica menor que a primeira opção.

Evite o desassossego que esses descuidos trazem ao resultado de seu tratamento. Se você já sentiu o gostinho de reduzir peso, atingiu ou chegou perto de seu peso ideal, que você se sente bem, mas no momento relaxou, é hora de parar e voltar a se amar. É fácil aprender a comer bem, com prazer e manter o peso ideal para o resto da vida, respeitando essa regra. 

Então, aumentou 2kg? Foi experimentar aquela roupa de ginástica que você usava e caía superbem e foi um martírio? Vença a preguiça, coloque uma roupa mais soltinha e vá caminhar 1h por dia. Não compre novas roupas, maiores. Espere que logo as suas irão voltar a ficar confortáveis.  Comece a cuidar dos alimentos ingeridos em qualidade e quantidade quando você já aumentar 1kg.

Coloque na lista de compras alimentos frescos, integrais, frutas, verduras, ovos, carnes magras, peixes, substitua o arroz branco definitivamente pelo arroz integral. É uma transição, vá variando entre os tipos. Inclua também leguminosas, as oleaginosas, abacate e grãos como quinoa e farelo de aveia. Garanto que em 1 semana, você já estará mais desinchado, o apetite mais sob controle, motivado e o peso já começará a ceder. Ajuste suas porções e bom começo de vida nova! 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui